18 dezembro 2007

BOA NOTÍCIA PARA OS FÃS DE CARLOS ALEXANDRE: CANTOR VAI GANHAR BIOGRAFIA PELAS MÃOS DE LÍVIO OLIVEIRA


01/06/1957 – 30/01/1989

O PORTADOR DA NOVIDADE É THIAGO DE GÓES, QUE RETORNA A ESFERA BLOGAL DEPOIS DO SIM NO ALTAR.

Ele nasceu há 50 anos e quase duas décadas após sua morte, Carlos Alexandre, nome artístico de Pedro Soares Bezerra, vai ganhar uma biografia. Passei alguns meses pesquisando sobre sua obra e já estava quase publicando a matéria, quando Thiago de Góes me enviou a novidade. Aproveito a força da notícia para dividir com os leitores informações relevantes sobre a vida e a obra de um dos nomes mais emblemáticos do rol de cantores populares do Brasil contemporâneo.
O cantor nasceu em Nova Cruz, Rio Grande do Norte. Autor e intérprete de muitos sucessos, nasceu no dia 01 de junho de 1957. Na fase adulta passou a morar em Natal, onde iniciou a carreira de músico e conheceu o DJ Carlos Alberto de Sousa (outro que merece uma biografia, pelo muito que fez pela música popular), maior incentivador da sua carreira. Carlos Alberto, anos mais tarde tornou-se produtor do cantor e o levou para São Paulo, onde foi apresentado aos produtores da gravadora RGE. Nos estúdios da gravadora paulista gravou em 1978, seu primeiro compacto com as músicas “Arma de Vingança” (parceria com Carlos Alberto) e “Canção do Paralítico” (parceria com Osvaldo Garcia). A aceitação do público foi imediata, a música passou a ser executada nas rádios, obtendo vendagem superior a 100 mil cópias, fazendo com que a gravadora gravasse no mesmo ano, o primeiro LP de Carlos Alexandre com o sugestivo título de “Feiticeira” (parceria com Osvaldo Garcia), nome de uma das músicas do disco que também foi gravado em castelhano. A experiência do cantor potiguar resultou na explosão da música “Feiticeira”, disparada nas rádios de norte a sul do país, levando o público a comprar mais de 250 mil cópias do LP.
É quase impossível alguém dizer que nunca ouviu uma música do repertório de Carlos Alexandre, inúmeros sucessos ganharam destaque na mídia. Além de “Feiticeira”, teve “A Ciganinha” (parceria com Aarão Bernardo), “Índia” (parceria com Carlos Alberto), “Final de Semana” (parceria com Maurílio Costa), “Já Troquei Você Por Outra”, de sua autoria, e outras dezenas de sucessos. O maior incentivo ao sucesso o cantor receberia ao participar da promoção Cantor Mascarado, da Buzina do Chacrinha. Carlos Alexandre ficou várias semanas cantando “Feiticeira” com o rosto encoberto. Chacrinha distribuía prêmios para quem acertasse o nome do cantor mascarado.
Durante pouco mais de dez anos de carreira, o sucesso foi o mais fiel parceiro de Carlos Alexandre. Seguindo na linha de Evaldo Braga, o cantor inseria sentimentos de traição, vingança e revolta nas letras das músicas que cantava, todos moldados por uma interpretação dramática peculiar. Aos que lhe criticavam, chamando-o de cafona e apelativo, Carlos Alexandre respondia apresentando o aval do povo “Acho que as pessoas que dizem isto é que são cafonas. Dizem que meu estilo é cafona só porque atinjo o povão. Mas não me importo. O mais importante é que todo disco que faço é sucesso e o povo compreende.” E compreendia mesmo, pois em três anos de carreira já havia vendido 500 mil cópias dos quatro LPs gravados até julho de 1982. “Assumi um compromisso com o público e sei que não vou decepcioná-lo. Desde meu primeiro disco, em 1979, que venho procurando atingir um número maior de pessoas, através da música. Pela aceitação demonstrada, acho que consegui este objetivo.” Como cantor, compreendeu muito cedo o poder que a música exercia sobre as pessoas, principalmente sobre o seu público, que anualmente surgia em maior quantidade, cada vez mais proveniente das camadas pobres da sociedade.
Quando lançou o LP Revelação de Um Sonho, em 1982, o quinto da carreira, Carlos Alexandre homenageou Evaldo Braga, outro ídolo popular, morto num acidente automobilístico no auge da carreira, em 1973. Ironicamente, o próprio Carlos Alexandre morreria também de desastre automobilístico, sete anos depois de homenagear Evaldo. O LP foi um dos discos mais vendidos daquele ano e reascendeu a saudade dos fãs de Evaldo. Na ocasião, Carlos Alexandre explicou para a repórter Ângela Toledo, da revista Sétimo Céu, o porque da homenagem: “Como Evaldo Braga estava muito esquecido, me propus a fazer um trabalho para reabilitar sua memória, e depois porque sempre me identifiquei com o que ele cantava.”
Apoiando a idéia de Solange, esposa e parceira em composições _que queria homenagear um afilhado do casal_ foi que Pedrinho (nome que o artista usava no começo da carreira, com o qual assinou Caixa Vazia, música gravada em 1975 pelo cantor potiguar Ruan Carlos) adotou o nome Carlos Alexandre. Quando o filho do casal nasceu, recebeu o nome de Carlos Alexandre Junior, que tinha sete anos quando o pai faleceu.
ENCONTRO COM A MORTE NA ESTRADA AOS 32 ANOS
A vida do cantor foi cortada por um fatal acidente automobilístico quando retornava de um show na cidade de Pesqueira, em Pernambuco, em 30 de janeiro de 1989. Sua discografia está registrada em mais de 200 composições gravadas em 3 compactos, 14 LPs, sendo 2 LPs e 4 CDs pós-morte. Pelo muito sucesso que fez, Carlos Alexandre recebeu em vida, 15 discos de ouro. Artistas como Bartô Galeno e Gilliard, gravaram músicas do cantor que, apesar de ter surgido em 1978, foi somente na década de oitenta que estabeleceu uma carreira triunfante. Suas composições ganharam destaque também, nas vozes de outros nomes bastante conhecidos e prestigiados pelo público romântico de Genival Lacerda, Gilliard, Bartô Galeno, Barros de Alencar, Ismael Carlos e outros.
A morte de Carlos Alexandre repercutiu como uma bomba nos corações apaixonados dos seus milhares de fãs espalhados pelo território nacional. Como se não bastasse o fato de morrer tão jovem, aos 32 anos, os fãs estavam perdendo de vez a oportunidade de algum dia poder ver seu ídolo de perto, de poder acompanhar uma carreira de sucesso. De repente, seus tiveram que se conformar com a falta definitiva que o artista faria a cada ano em que um disco seu não mais seria lançado. Como grande vendedor de discos que foi durante a carreira, após sua morte a RGE colocou no mercado 2 LP’s em homenagem ao cantor e mais tarde, outros 4 CD’s com coletâneas do artista, a fim de suprir a carência dos fãs e lucrar com a morte do artista, o que é muito comum no mercado fonográfico.

CANTOU GANHOU SHOW TRIBUTO EM 1999, COM PARTICIPAÇÃO DE MARINA ELALI, BABAL, CANTUS DO MANGUE, E OUTROS

O filho do cantor homenageou o pai na música Tributo ao Meu Pai (Carlos Alexandre Junior e Nilton Azevedo), a música faz parte do seu primeiro CD, gravado em 2000 pela gravadora Gema. De todas as homenagens que o artista recebeu depois de sua morte, a mais importante foi feita no dia 2 de junho de 1999, no espetáculo “Vem Ver Como Eu Estou” (título de uma música de Carlos Alexandre em parceria com Nando Cordel, do disco que leva o mesmo nome, gravado em 1984), realizado pelo produtor cultural Marcelo Veni, no Teatro Alberto Maranhão, em Natal. No show Tributo a Carlos Alexandre, cantores da nova geração do Rio Grande Norte, fizeram uma releitura da obra do artista e o homenagearam enfeitando as músicas, velhas conhecidas do público, com blues, rock e pop. Nomes conhecidos do público potiguar, homenagearam o ídolo formatando-o de acordo com o gênero de cada um. Cristina Holanda, Cleudo Freire, Júnior Baiano, Cantus do Mangue, General Junkie, Babal, além de Carlos Alexandre Júnior e Marina Elali, cantora, hoje conhecida no Brasil inteiro pelo sucesso de sua música na trilha sonora da novela Páginas da Vida.
Deixou um único filho, Carlos Alexandre Junior, que também segue a carreira do pai gravando discos e fazendo shows pelo nordeste. Paulo Márcio, irmão de Carlos Alexandre, também é cantor e muito popular.


Carlos Alexandre Jr. cantando na TV, em São Paulo

20 comentários:

itasom disse...

Ola amigo por favor se possivel entre em contato com a cidade de São Jojé de Campestre RN ou a propia cidade de Nova Cruz onde Carlos Alexandre nasceu que o Saudoso Carlos Alexandre não morreu em Pesqueira PE. e sim a 12 Km
de S, José de Campestre tinha acabado de fazer um show na cidade dele Nova Cruz por coincidencia foi a despedida dele te sua terra Natal vinha retornando quando aconteceu o acidente ele e mais 4 componente de sua banda
já estive 2 vez lká no onde ele morreu açs Ita

Josué Ribeiro disse...

Meu caro Ita, as informaçoes que estão no post, foram retiradas de depoimentos da família e de registros na imprensa da época do acidente. por favor deixe um email para contato que terei o prazer de conversar com vc. grande abraço. o editor do blog

germina disse...

050607OI AMIGO NÃO PODERIA DEIXAR DE FAZER MEUS COMENTARIOS, ELE NAO DEIXOU SO UM FILHO E SIM TRES. CARLOS ADRIANO QUE TINHA NA EPOCA 4 ANOS, CARLOS ALEXANDRE JR. QUE TINHA 7 ANOS E EU GERMINA QUE TINHA 10 ANOS. ELE MORREU COM 31 ANOS AINDA IRIA COMPLETAR 32 COMO VOCE SITOU EM 01 JUNHO 1989

Josué Ribeiro disse...

Cara Germina, terei o maior prazer em corrigir o texto, mas não sem antes poder trocar email com você, por favor me envie email para josue.r.r@gmail.com para que eu possa conhecer sua história. atenciosamente

lenilson alves da silva disse...

Olá gemina, eu não sabia que carlos alexandre tinha uma filha. Sou fã do saudoso carlos alexandre,suas canções marcaram a minha vida. Para quem gosta de suas
músicas foi uma perda imreparavel.
Saudades... Saudades... Saudoso, CARLOS ALEXANDRE!!

RYLLDO LISBOA SPFC BRASIL disse...

OI ELE SE FOI + DEIXOU UM HERDEIRO NAS MUSICAS Q É CARLOS ALEXANDRE JUNIOR Q É UMA PESSOA MARAVILHOSA E BREVEMENTE VAI FAZER MUITO SUCESSO,ELE CANTA E SEU IRMÃO + NOVO É O TECLADISTA E ELES JUNTOS VÃO FAZER MUITO SUCESSO PARA ORGULHO DO SEU PAI O GRANDE E INESQUECIVEL CARLOS ALEXANDRE O REI DO BREGA!!!!

Evandro Fernandes Pimenta disse...

Indiscutivelmente,Carlos Alexandre foi o maior e melhor cantor romântico-pop do Brasil.Sou seu fã incondicional,de carteirinha e tudo,tive o prazer de lhe conhecer pessoalmente e constatar que além de um grande cantor,ele era uma pessoa excepcionalmente maravilhosa.Sou compositor,tenho algumas composições na sua linha melódica e no seu estilo litero-musical.Como cantor e compositor que sou(amador),e como fã número 1(bem...todos dizem isso),também compus uma canção em sua homenagem,intitulada "SAUDOSAS CANÇÕES",onde o texto da minha composição estabelece um diálogo com as suas.

Evandro Fernandes Pimenta disse...

Indiscutivelmente,Carlos Alexandre foi o maior e melhor cantor romântico-pop do Brasil.Sou seu fã incondicional,de carteirinha e tudo,tive o prazer de lhe conhecer pessoalmente e constatar que além dfe um grande cantor,ele era uma pessoa excepcionalmente maravilhosa.Sou compositor,tenho algumas composições na sua linha melódica e no seu estilo litero-musical.Como cantor e compositor que sou(amador),e como fã número 1(bem...todos dizem isso),também compus uma canção em sua homenagem,intitulada "SAUDOSAS CANÇÕES",onde o texto da minha composição estabelece um diálogo com as suas.

Anônimo disse...

para mim não existe outro igual ele é insubistituivel ele foi e sempre sera o maior e menhor cantor de todos os tempos sou seu fâ gostaria de saber como faço para adquerir sua coleção completa com quem eu entro em contato sera que a RGE tem para vender peço que alguem me ajude a adquerir essa coleçâo meu email e www.selva@bol.com.br a musica dele que mais me marcou foi (porque amor eu chamo tanto e voçê não responde)

erialdo disse...

para mim não existe outro igual ele é insubistituivel ele foi e sempre sera o maior e menhor cantor de todos os tempos sou seu fâ gostaria de saber como faço para adquerir sua coleção completa com quem eu entro em contato sera que a RGE tem para vender peço que alguem me ajude a adquerir essa coleçâo meu email e www.selva@bol.com.br a musica dele que mais me marcou foi (porque amor eu chamo tanto e voçê não responde)

ednalldodantas disse...

olá.germina,sou.fã.de,seu,pai,carlos.aleixandre,desde.o.inicio,de.sua.carreira,,tenho.todos,seus,discos.ainda,hoje.lamento.e,quase,todos,os,dias.toco.suas.musicas,ainda,acompanhei,2shous,,gotaria,de,contatos,contigo,para,saber,mas,do..inesquecivel,carlos,aleixandre,,passe,imail.para,,,ednalldodantas@hotmail,com ficarei,muito,agradecido,,,ednaldo.maceio,al

thiago disse...

conheci carlos alexandre eramos grandes amigos aqui em maceió

cicero da geladeira disse...

ele foi pra mim o melhor cantor de todos os tempos, é dificil acostumar com a perca dessa presciosidade mais a vida tem dessas coisas. que surpresa desagradável pra todos nós , fãs adoraria me corresponder com outros fãs de todo breasil mandem email por favor cicero-155@hotmail.com

Bosco disse...

Lamentei demais o desaparecimento precoce de Carlos Alexandre. Ate hj cantarolo 'Arma de Vingança', 'Nosso Amor Virou um Lixo', 'Cartão Postal' (mnha predileta), 'Revelação de um Sonho', etc. Foi um cantor que marcou minha juventude. Inesquecivel.

RONALDO disse...

OLHA GOSTO MUITO DAS MUSICA DE CARLOS ALEXANDRE VI ELE EM UM CIRCO EM 1985 NA MINHA CIDADE LAGOA DO ITAENGA PE ALIAS OS PERNAMBUCANOS GOSTÃO MUITO DE MUSICA BREGA ROMANTICA O SUCESSO DE CARLOS ALEXANDRE EM PERNAMBUCO TAMBÉM MORA PAULO MARCIO QUE É SUCESSO LÁ ASSIM COMO FOI CARLOS ALEXANDRE NA ULTIMA SHOW DELE EM SÃO PAULO EU ESTAVA LÁ EM DEZEMBRO 1988 NO ASA BRANCA EM SANTO AMARO CANTOU DEMAIS LEMBRO A ROUPA DELE CAMISA PRETA LISTRADA E UM CHAPEL PRETO AINDA TENHO LP E CD TAMBÉM E SOU AMIGO DE PAULO MARCIO NO ORKUT ELE ME DEU UM CD E DVD AUTOGRAFADO NÃO TIVE O PLAZER DE VER UM SHOW DELE AINDA TODA VEZ QUE VOU EM RECIFE NÃO TENHO TEMPO E PAULO MARCIO JÁ FOI EM MINHA CIDADE TAMBÉM FAZER SHOW AO VIVO UM ABRAÇO PARABÉNS PELA MATERIA

Anônimo disse...

Ninguém tem mais fotos, revistas com entrevistas, do que eu. Saiu da própria boca dele, que por sinal, aaaai que boca, que eu era a fã nº 1 dele. Eu tenho várias imagens dele em DVD, quando ele fazia os Showmícios pelo interior do RN. Tenho até mesmo o DVD com o vídeo do seu último show. Tenho uma foto que na realidade não queria que tivesse acontecido, a foto dele no caixão...

lurdes disse...

foi um cantor que sempre adorei tinha uma vos maravilhosa gosto de todas as suas consoes morreu o ano que eu me casei, tive muita muita pena, fico feliz que tenha um filho a seguir os passos do pai um grade abraço para a família.

Anônimo disse...

GOSTARIA DE PODER VER NAS LOJAS O ALBUM REVELAÇÃO DE UM SONHO REMASTERIZADO POR UM PROFISSIONAL
POIS SUA SONORIDADE É PERFEITA, POSSUI UM BELO FUNDO MUSICAL, MAS INFELIZMENTE O QUE EU CONSEGUÍ FORAM ALGUMAS MÚSICAS DE DISCOS MAL CONSERVADOS QUE PERDERAM SUA QUALIDADE, E É LASTIMÁVEL QUE TANTAS OBRAS DE ARTE ESTEJAM DESAPARECENDO POR FALTA DE MATERIAL CONSERVADO OU DE ALGUÉM QUE POR VONTADE PRÓPRIA QUEIRA POR AMOR À NOSSA CULTURA BRASILEIRA RECUPERAR OBRAS DE ARTE QUE AQUI FALANDO NO SENTIDO FIGURADO SÃO MAIS VALIOSAS DO QUE OURO.

valdilson disse...

Sou fã dele desde criança. Certa vez, em Limoeiro - PE, fui assistir a uma apresentação sua. Soltei a mão da minha mãe e corri pra perto do palco, ele estava todo de branco, com botas longas e brancas tb. Foi um momento inesquecível da minha vida, na ocasião, eu estava com 6 ou 7 anos. Tenho uma pasta de mp3 com várias músicas dele. Sempre gostei muito!

Vida Animal disse...

Germina entra em contato comigo. Sou jornalista.

Relembre a estreia de Ricardo Braga e a opiniäo de Roberto Carlos em 28/05/1978

A estreia da cantora Katia em 1978 cantando Tão So

Mate a saudade de Nara Leao cantando Além do Horizonte em 1978

1 em cada 5 Brasileiro preferia o THE FEVERS 26/11/1978

Elizangela canta Pertinho de Você no Fantástico em 1978

Glória Pires e Lauro Corona cantam Joao e Maria

CLA BRASIL E MARINÊS

DOCUMENTÁRIO SOBRE EVALDO BRAGA / 3 PARTES - ASSISTA NA ÍNTEGRA

Web Counters
PopularContacts.com

http://